Você já chorou alguma vez no banheiro do trabalho? Essas costumam ser 5 razões bem comuns e suas soluções

O ditado já dizia pra gente chorar na cama "que é lugar quente”, mas quando a cama tá longe e a vontade bate no meio do expediente, não adianta: a solução é o banheiro. E nem precisa ficar na defensiva ou não admitir que isso rola de vez em quando porque 99,9% das pessoas que trabalham numa empresa já passaram por isso [é tipo os enganos da primeira semana]. O problema é que, quando isso se torna algo frequente, você precisa parar pra descobrir a causa e tentar encontrar uma solução. A gente listou cinco das principais razões pra isso acontecer, vem dar uma olhada.

1# Quando o chefe passa AQUELE sermão

Não importa se ele teve razão ou não: ninguém gosta de ganhar uma chamada da chefia, seja no particular ou na frente de todo mundo, né? Sair correndo pro banheiro e derramar umas lágrimas de frustração, vergonha ou raiva é uma das saídas mais comuns depois desse momento... Mas tem umas coisinhas que dá pra fazer pra não deixar isso te afetar de novo. A primeira é se esforçar pra melhorar o desempenho e pedir ajuda caso ele tenha tido razão pra te dar a tal bronca. Deixa o WhatsApp de lado, esquece que tem gente pra conversar e foca no que você precisa fazer: você é capaz de melhorar, sim! Agora, se a situação tem se repetido e é totalmente sem cabimento, vale uma conversa com o chefe num momento de calma ou com o RH da sua empresa. Não esquece que o fato dele ser seu superior não dá o direito de te tratar mal!

2# Quando alguma coisa dá errado no trabalho que você fez

Se dedicar ao máximo a um projeto ou função e, ainda assim, ver tudo dando errado na sua frente sem poder fazer nada pra interferir também leva uma galera pra dar uma chorada no banheiro. Nesse caso, o choro rola por conta da frustração de fazer tudo certinho e, mesmo assim, não conseguir o resultado que você e todo o resto da equipe tava esperando. Nesse caso pode até ser bom dar uma desabafada com as lágrimas, mas depois é bola pra frente, seja pra resolver o problema, deixar tudo pra trás ou partir pra outro projeto. Nada de abraçar uma culpa e ficar fazendo carinho nela porque isso não ajuda em nada!

3# Quando o estresse te pega de jeito

Estar sobrecarregada de tarefas do trabalho e da vida pessoal é a situação mais certeira pra desenvolver um quadro de estresse. A tensão do dia a dia e o nervosismo te enchem tanto que só um empurrãozinho já é suficiente pra te fazer transbordar. E, geralmente, isso acontece com lágrimas, não dá pra evitar. Pra mudar esse quadro, o que você precisa é aliviar o peso que tá carregando nas costas e descansar: tentar desfazer alguns compromissos e abrir mão de certas responsabilidades pode ser um bom começo! Se der, adianta as férias pra mais perto e tira um tempo pra ficar sem fazer nada porque isso faz bem de vez em quando. Mas fica atenta: o estresse pode causar outras reações e complicações em você, então, se for necessário, corre atrás de ajuda médica, ok?

4# Quando seu local de trabalho é péssimo

Não, não estamos falando de um prédio caído: esse problema pode ser causado por um chefe mala, um colega de trabalho que não vai com a sua cara ou por uma situação em que a empresa não valoriza os funcionários. A grande verdade é que acordar cedo todo santo dia pra ir pra um lugar em que você NÃO QUER ficar é bem ruim e, desmotivada, chorar no meio do expediente acaba sendo uma válvula de escape. Se a causadora da sua treta for alguma coisa que você pode tentar resolver com uma conversa diretamente com a pessoa ou com o RH, não dá pra deixar isso de lado: vai resolver de uma vez! Agora, se você tiver vendo que as coisas vão continuar assim por um bom tempo e não tem como mudar, mana… a solução é começar a espalhar currículo e procurar outro lugar. A gente tá em crise, mas essa mudança não é impossível de rolar, não!

5# Quando a sua vida pessoal tá de cabeça pra baixo

A gente passa boa parte dos nossos dias no trabalho, mas o que você faz ali não define totalmente a sua vida: você também tem família, amigos, namorado, marido, cachorro e um monte de outras coisas que podem estar em uma situação ruim e te fazer chegar ao limite durante o expediente. Geralmente, essa fase passa assim que o problema se resolve e o aconselhável é tentar deixar todas essas coisas pra fora da empresa - se você tem mesmo que estar ali, foca o seu máximo em trabalhar (até pra se distrair um pouco). Mas se não rolar, vale abrir o jogo pra chefia e negociar uns horários mais flexíveis, folga ou férias: talvez seja melhor assim do que te ter pela metade durante um bom tempo, né?

Sabe o que também dá vontade de chorar? Quando o cabelo tá naqueles dias em que ele simplesmente não quer te obedecer. Vem ver o que essas gatas fazem quando isso acontece com elas.

Publicado por Ariel Cristina Borges

Publicado em: Quarta-feira 26 de julho de 2017 - 16h07

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo