Se demitir não é o fim do mundo: como se planejar pra fazer isso se você não aguenta mais a sua empresa

No ranking das coisas mais horríveis da vida que, de vez em quando, a gente precisa fazer, acordar cedo todo dia e ir pra um trabalho ruim deve estar nos primeiro lugares. O que tá melando os seus expedientes pode ser uma empresa que não te valoriza, aquele chefe que exige mais do que é aceitável ou colegas de trabalho in-su-por-tá-veis (azinimigas e ozinimigos tão em todos os lugares). Numa situação dessas, pedir demissão é uma opção a ser considerada, mas como não é tão fácil sobreviver sem grana, se você quiser mesmo ir por esse caminho precisa se planejar. Fica tranquila que isso não é um bicho de sete cabeças: dá uma olhada nessas dicas pra sair da firma e ficar numa boa!

Primeiro: fecha os olhos pras comprinhas que não são necessárias

A forma mais prática de sair da empresa sem ter que se desesperar é arrumando outro emprego antes, mas a gente sabe que essa não é a coisa mais fácil do mundo, né? Com um pouquinho de organização, dá pra juntar uma grana e ficar de boas por um tempo até o próximo carimbo na carteira chegar. Pra começar, é bom você cortar da sua vida todos os gastos supérfluos (desde o cinema com as amigas até aquela “brusinha” que tá na liqui). De repente, pode ser o momento de dizer um adeus temporário pra Netflix também, por mais difícil que isso possa parecer. Entra no modo de gestão de crise porque o foco agora tá no trabalho de formiguinha: economizar agora pra ter como sobreviver nas próximas estações. Deixa o cartão de crédito guardado na gaveta e pensa que é por pouco tempo e que, realmente, vai valer a sua paz.

Quanta grana eu preciso guardar?

Aí vai depender do seu salário e seus gastos fixos. Se, por exemplo, você é solteira e tem mais gente em casa pra ajudar nas contas, faz um planejamento com gastos tipo parcelas antigas do cartão de crédito, as contas que você paga em casa pra ajudar, etc) e faz uma poupança que garanta o pagamento deles por no mínimo uns três ou quatro meses. Além disso, é bom também ter uma quantia separada pra emergências: vai que você fica doente e precisa gastar com remédio? Agora, se você mora sozinha ou banca uma parte maior ou todas as contas em casa, é uma boa fazer uma reserva que cubra os mesmos gastos fixos e que tenha uma quantia maior de grana sobrando. Tenta juntar, por um tempo, o equivalente a uns três ou quatro salários, no mínimo, antes de chutar o balde: você vai ficar mais tranquila se souber que tá segura até encontrar outra coisa.

Avise com antecedência e não deixe de cobrar os seus direitos

Pra pedir demissão, você precisa conversar com o seu chefe e com o RH pelo menos 30 dias antes de sair e por mais que a gente saiba que você quer se ver livre desse lugar LOGO, fazer tudo do jeito certinho é necessário, né não? Nessa conversa, não deixe de perguntar os detalhes sobre o tanto de grana proporcional que você tem que receber: o salário (por exemplo, se você trabalhou até o dia 12, recebe o equivalente a 12 dias trabalhados), as férias e o décimo terceiro. Com isso, já deve dar pra adicionar uma boa grana na sua poupança!

Mas antes disso tudo, pensa BEM, ok?

Pedir pra sair do emprego tá longe de ser uma das decisões mais fáceis que você vai tomar na vida, ainda mais sem outra coisa em vista pra substituir, por isso, não dá pra usar essa carta e se planejar pra sair na primeira dificuldade que você tiver que enfrentar na empresa, ok? Pensa bem, analisa se isso realmente vai ser prático ou se vai travar todo o resto da sua vida e, se for melhor, só sai quando tiver alguma coisa garantida logo. Aguentar mais um tempinho pode ser bem melhor do que arrumar um problema novo, né?

Continuando nessa empresa ou saindo dela pra uma outra, o nosso dia já começa bem quando a gente tá LINDA! Dá uma olhada nesses 5 penteados pra fazer em 5 minutos e arrasar logo de manhã, indo pro trabalho! 

Publicado em: Quinta-feira 27 de abril de 2017 - 17h02

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo