Rolou comigo: platinar, alisar e depois ir pra piscina me fez perder metade do cabelo

Quando a gente vai fazer alguma mudança grande no cabelo e ela envolve um processo químico [ou a desistência de todos eles], não adianta: tudo na forma de cuidar e de lidar com as madeixas muda. Por isso, a coisa mais normal do mundo é que o profissional que a gente escolhe pra esse momento de transformação dê todas as instruções possíveis sobre os cuidados necessários ainda no salão… mas não é sempre assim que acontece. A história da Pâmela Linhares (@pamylinhares) tá aí pra provar isso. Dá uma olhada no que ela contou pra gente!

  • Era assim que o cabelo da Pâmela estava antes dela platinar

    Era assim que o cabelo da Pâmela estava antes dela platinar

  • O primeiro corte que ela deu pra tentar recuperar o cabelo ficou nessa altura

    O primeiro corte que ela deu pra tentar recuperar o cabelo ficou nessa altura

  • Quando ela pintou de castanho, não demorou muito pro cabelo desbotar por conta do fundo descolorido

    Quando ela pintou de castanho, não demorou muito pro cabelo desbotar por conta do fundo descolorido

  • O corte foi a tática final da Pâmela pra recuperar as madeixas de vez

    O corte foi a tática final da Pâmela pra recuperar as madeixas de vez

  • No fim das contas, ela pintou de preto pra uniformizar o tom

    No fim das contas, ela pintou de preto pra uniformizar o tom

  • Hoje em dia é assim que o cabelo dessa linda tá: desde que tudo aquilo aconteceu, ela só alisa o cabelo em casa, com a ajuda da irmã

    Hoje em dia é assim que o cabelo dessa linda tá: desde que tudo aquilo aconteceu, ela só alisa o cabelo em casa, com a ajuda da irmã

  • Ela tá linda com o cabelo preto e curtinho, né?

    Ela tá linda com o cabelo preto e curtinho, né?

  • Era assim que o cabelo da Pâmela estava antes dela platinar
  • O primeiro corte que ela deu pra tentar recuperar o cabelo ficou nessa altura
  • Quando ela pintou de castanho, não demorou muito pro cabelo desbotar por conta do fundo descolorido
  • O corte foi a tática final da Pâmela pra recuperar as madeixas de vez
  • No fim das contas, ela pintou de preto pra uniformizar o tom
  • Hoje em dia é assim que o cabelo dessa linda tá: desde que tudo aquilo aconteceu, ela só alisa o cabelo em casa, com a ajuda da irmã
  • Ela tá linda com o cabelo preto e curtinho, né?

“No finalzinho de 2014 eu quis fazer uma progressiva no cabelo pra passar as festas de fim de ano com ele lisinho. Fui a uma cabeleireira que nunca tinha ido antes, mas conhecia o trabalho dela por fotos e tinha gostado. Quando cheguei lá, comentei que também queria ficar mais loira e platinar os fios. Eu não entendia nada de cabelo e ela também não se opôs, então fizemos tudo no mesmo dia. Como era esperado, o meu cabelo ficou danificado depois de fazer tudo isso ao mesmo tempo, mas até que a cor ficou do jeito que eu queria. 

Umas duas semanas depois disso, eu viajei porque era época de ano novo e, depois de tomar alguns banhos de piscina, o meu cabelo ficou verde e eu estava literalmente longe de tudo. Como não tinha nem metade do entendimento que tenho hoje e a minha cabeleireira também não tinha me explicado o que fazer nessa situação, fui até a farmácia, comprei uma coloração loira e apliquei - imaginando que isso ia cobrir o esverdeado e ia me deixar loira de novo. Segui as instruções da caixinha, mas, quando enxaguei, meu cabelo tinha virado literalmente uma borracha, como se eu tivesse passado fogo nas pontas - ele meio que encolheu. Chorei como uma criança e fiquei desesperada quando percebi o que estava acontecendo.  

Pra tentar resolver, inicialmente decidi cortar as pontinhas que tinham ficado piores do que o resto. Depois, como o cabelo muito claro mostra mais o dano, resolvi pintar de castanho. Mas ele desbotou rápido e, por isso, a melhor solução que encontrei a longo prazo foi cortar. Tratei dele em casa mesmo, comecei a fazer pesquisas pra conhecer melhor os produtos e, com isso, passei a investir mais em cremes de tratamento e a usar queratina pra fortalecer. Por último, pintei de preto pra uniformizar a cor.

Depois que isso tudo aconteceu, eu não uso mais tanta química no cabelo. Costumo fazer uma escova levinha, só pra manter os fios alinhados. Mas na hora de passar, eu mesma aplico em casa com a ajuda da minha irmã. Além de ser mais em conta, me sinto muito mais segura assim.”

Pâmela Linhares, 24 anos
Rio de Janeiro, RJ

Ter que recuperar o cabelo depois de uma treta dessas não é nada fácil, mas também não é impossível: dá uma olhada nesse intensivão de cuidados pra recuperar as suas madeixas!

Publicado por: Ariel Cristina Borges 

Publicado em: Quarta-feira 06 de dezembro de 2017 - 12h03

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo