Reconstrução ou cauterização: o que é melhor fazer quando o cabelo tá danificado?

Cabelo danificado é uma daquelas coisinhas da vida que vão acontecer com TODO MUNDO um dia. Os motivos que causam isso podem ser vários, tipo a água salgada do mar, o cloro da piscina, usar chapinha todo dia ou fazer alisamentos e relaxamentos, mas o que importa MESMO é que quem tá com as madeixas assim precisa tratar. Só que é aí que bate a dúvida: é melhor fazer reconstrução ou cauterização pra dar aquele banho de queratina que salva os fios? Vem cá descobrir com a gente e não esquece de falar a sua opinião aí em cima!

A cauterização precisa ser selada com calor

A cauterização é a que age mais profundamente no fio e tem um passo a passo um pouco mais elaborado, por isso é mais comum que seja feita no salão. Outra característica é que a bonita precisa ser selada com calor na finalização, ou seja: as migas lisas fazem chapinha e, as cacheadas, secam o cabelo com difusor no final. Isso rola pra temperatura quente fechar as cutículas do fio e formar uma “barreira” no cabelo que não vai deixar a queratina que você acabou de colocar ir embora em dois tempos. O normal é fazer de mês em mês ou a cada 40 dias.

A reconstrução é mais rapidinha de fazer!

Se você precisa dar aquela reparada no cabelo, mas não tá com tempo (ou dinheiro!) pra fazer algo mais demorado no salão, também tem solução, tá? A reconstrução é uma saída rápida, baratinha e que REALMENTE faz efeito se você faz com uma frequência regrada! Você só vai precisar de um creme de tratamento específico (eles mostram no rótulo que são reconstrutores e indicam a queratina ou algum ingrediente baseado nela como componente principal) de 15 em 15 dias e pronto: em pouco tempo tempo o seu fio vai se recuperar e o seu bolso vai agradecer!

Não dá pra abusar de nenhum dos dois, ok?

Sabe aquela história de que nada em excesso é bom? Então, é bem por esse caminho que as coisas rolam com a reconstrução e a cauterização capilar [isso também rola com as hidratações, ok, miga cacheada?]! Se você fizer qualquer uma das duas com mais frequência do que a gente indicou aí em cima, seus cabelos vão ficar enrijecidos e sem movimento por conta do excesso de queratina. Isso acontece porque o nosso couro cabeludo já produz essa proteína naturalmente, ou seja: só dá pra dar esse reforço quando ele tá fraquinho dessa bonita. O intervalo ideal entre os tratamentos é o seu cabelo que vai determinar: quanto mais saudável ele for ficando, menos você vai precisar fazer, ok?

Fotos: Shutterstock

Publicado em: Segunda-feira 23 de janeiro de 2017 - 14h42

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa
Ir para o topo