Quando um quer e o outro não: ter filhos, mudar de cidade e outras questões

Ah, a vida a dois! As comédias românticas e os contos de fadas fazem de tudo pra que a gente acredite que as coisas sempre funcionam com a maior facilidade, mas não é bem assim: no dia a dia, o normal é que as duas partes desse namoro tenham que aprender a resolver conflitos e lutar pra continuar juntos mesmo nos momentos de raiva mais tensos. Nessa parte complicada, mas real de todo relacionamento entra a necessidade de chegar a um consenso quando os dois têm opiniões diferentes sobre alguma coisa na vida. Não adianta fugir: quando se trata de coisas mais sérias, o momento de colocar as cartas na mesa e debater os pontos de vista vai chegar mais cedo ou mais tarde. A gente tá aqui pra te dar uma mãozinha se você é dessas que não sabe nem por onde começar a resolver essa parte da vida. Vem com a gente, mana!

A prática leva à perfeição

Assim como muitos outros conflitos do mundo dos relacionamentos, a melhor forma de resolver a diferença de opiniões dentro de um relacionamento é com a famigerada conversa. Mas se te serve de consolo, a primeira vez em que isso acontecer provavelmente vai ser com algo pequeno, tipo em qual restaurante comer naquele dia no shopping. É aí que tá o truque: se vocês aprenderem a resolver essas situações que parecem insignificantes (mas que contam pro lado negativo se as coisas derem errado mais pra frente), vai ser bem mais fácil lidar com as questões maiores lá na frente. Como a gente mesmo já disse por aqui: em vários momentos dos relacionamentos, alguém vai precisar ceder e, se vocês dois entenderem isso, não vai ficar pesado pra ninguém e uma solução que agrade os dois vai chegar rapidinho.

Vocês não precisam sacrificar TUDO por causa de um relacionamento

Não é porque fazer sacrifícios é normal na dinâmica de um relacionamento que um de vocês dois vai ter que abrir mão de tudo sem querer por isso. Existem coisas que precisam de um pouco mais de conversa antes da decisão final ser tomada, como querer se casar ou não, querer ter filhos ou não, se mudar de cidade, estudar fora por um tempo e por aí vai. Em situações mais sérias e que podem transformar completamente a vida e a dinâmica do casal, a principal pergunta que você ou ele vão ter que responder é: "o que é mais importante?". Não tem paixão nesse mundo que resista à frustração de um sonho deixado de lado e isso é algo que precisa ser analisado antes mesmo do relacionamento de vocês ficar mais sério. Por exemplo, se ele quer ter um time de futebol de crianças correndo pela casa e você nem pensa em ser mãe em algum momento da sua vida, isso certamente pode ser um problema em algum momento e é algo muito grande pros dois ignorarem. Tudo deve ser conversado, pesado e analisado: a solução vai aparecer de alguma forma.

Não tenha medo de fazer o que tiver que ser feito

Se vocês conseguiram chegar num acordo depois de conversar bastante (mas é bastante MESMO, não dá pra resolver tudo de uma vez só) sobre essas questões, chegou o momento de olhar pra frente e colocar a solução em prática. Pra isso, vocês precisam ter certeza da decisão que foi tomada e não podem olhar pra trás. Seja continuando juntos e lutando pra encaixar uma nova dinâmica na vida a dois ou indo cada um pro seu lado, antes de colocar tudo em prática, fiquem sabendo que a decisão correta é aquela em que os dois continuam com o que não conseguem viver sem. Vai dar tudo certo no final!

O relacionamento sobreviveu à crise das opiniões diferentes? Então já pode se adiantar e começar a pensar no casamento porque isso é raro! Dá uma olhada nessas tendências de noivas que tão super em alta em 2018! Tem de penteado a vestido e é um mais lindo que o outro.

Publicada por: Ariel Cristina Borges

Publicado em: Quarta-feira 07 de fevereiro de 2018 - 14h43

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo