Não souberam pentear meu cabelo crespo: nas fotos da formatura dá pra ver meus olhos vermelhos de tanto chorar

Infelizmente, sair decepcionada do salão depois de fazer algum penteado é mais comum do que parece. Isso pode acontecer por falta de planejamento ou porque aquele teste maroto antes do dia não aconteceu, mas às vezes o que pega mesmo é o despreparo do profissional - principalmente quando o assunto é cabelo crespo e cacheado. E foi exatamente isso que aconteceu com a Patty. Na formatura da oitava série (logo nessa idade!), ela foi com as amigas se arrumar num salão e o resultado foi tão ruim que rola trauma até hoje: o cabeleireiro não sabia lidar com o cabelo crespo e o maquiador não tinha os produtos certos pra pele negra dela. Se liga na história que ela contou:

  • O trauma da Patty na formatura foi tão grande que ela não mostra NENHUMA foto daquele dia!

    O trauma da Patty na formatura foi tão grande que ela não mostra NENHUMA foto daquele dia!

  • A Patty nunca alisou os cabelos, mas sempre usava preso e com chapinha na frente. #quemnunca?

    A Patty nunca alisou os cabelos, mas sempre usava preso e com chapinha na frente. #quemnunca?

  • De uns cinco anos pra cá, ela foi convencida por uma amiga cabeleireira a assumir os cachos. E tá linda, né não?

    De uns cinco anos pra cá, ela foi convencida por uma amiga cabeleireira a assumir os cachos. E tá linda, né não?

  • O trauma da Patty na formatura foi tão grande que ela não mostra NENHUMA foto daquele dia!
  • A Patty nunca alisou os cabelos, mas sempre usava preso e com chapinha na frente. #quemnunca?
  • De uns cinco anos pra cá, ela foi convencida por uma amiga cabeleireira a assumir os cachos. E tá linda, né não?

“Na minha formatura da oitava série marquei com umas amigas de fazer meu cabelo e maquiagem no salão da cidade vizinha. Fomos com uma das nossas professoras porque o salão era da família dela. O cabeleireiro foi fazendo os cabelos de todas as meninas e eu fiquei por último. Como eu era a única que tinha o cabelo black, ele inventou de fazer um penteado que ficou horrível, parecia um ninho de passarinho, mesmo. Ele acertou o cabelo de todas as minhas amigas lisas, menos o meu. Eu queria um visual que me deixasse bem e não um que ia me marcar pelo resto da vida!

A hora da maquiagem foi outro problema: eles usaram uns produtos que eram mais claros que o meu tom de pele porque não tinham a cor certa. Quando cheguei em casa e me olhei no espelho, fui logo lavar o rosto, mas não consegui tirar. E o pior: já tava em cima da hora da formatura e não tinha mais o que fazer, fui daquele jeito mesmo. Isso aconteceu há 14 anos e, até hoje, ninguém viu nem nunca vai ver as fotos que tirei naquele dia. Nessas fotos dá pra ver, direitinho, o penteado ruim, meu rosto muito mais claro e os olhos vermelhos de tanto chorar. Me senti a pior pessoa do mundo, principalmente por ser numa ocasião tão especial em que eu tinha que levar boas lembranças e não um trauma desse tipo.

Até hoje, mesmo depois de ter assumido meu cabelo natural, eu quase não faço penteados. Quando preciso, assisto a uns vídeos na internet e eu mesma faço em casa. Na hora de fazer as minhas luzes, vou sempre no salão de uma amiga em que eu confio, porque só ela deixa do jeito que eu gosto: foi ela que me incentivou a assumir o meu cabelo! Hoje em dia as coisas já melhoraram, mas eu ainda acho que os profissionais de beleza precisam se preparar mais pra lidar com as mulheres que têm cabelo crespo e a pele mais escura, pra ninguém precisar passar por alguma coisa parecida com a que eu passei de novo!”

Patty Santos, 28 anos
Areiópolis - São Paulo

Pra não correr o risco de acontecer a mesma coisa com você, a gente tem uma dica: pesquisa MUITO antes de ir pra cadeira do salão e começa pelas tendências de penteados de formatura pra 2017!

Publicado em: Domingo 11 de dezembro de 2016 - 16h32

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo