Meu namoro à distância virou casamento: "Diziam que nunca daria certo"

Era uma vez o Fernandinho e a Sarinha, dois adolescentes do grupo de jovens da igreja, totalmente sem ideia do que o futuro reservava. E foi assim, ele criou asas e voou pra longe, mais precisamente pra Ourilândia do Norte, no Pará. Eu fiquei em Anápolis, no interior de Goiás, onde a gente se conheceu.

Ahh o Facebook e sua capacidade de aproximar pessoas que estão longe (e distanciar as que estão perto). Seis anos depois da gente se conhecer começaram as curtidas e comentários nas fotos que eu postava e, de repente, piscou a janelinha do chat do face: "e aí, o que tem de bom na cidade pra fazer?”. Ele tava em Anápolis porque era semana de festas de fim de ano. Não tinha nada na cidade, mas combinei de ir com ele procurar algum barzinho legal pra jogar conversa fora, ouvir um sertanejo e, então, vi que dessa vez era diferente, já não era só amizade. Depois disso, passamos o réveillon juntos, viajamos pra uma cidadezinha chamada Pirenópolis, fomos pra uma chácara de amigos e, quando vi, já era hora de se despedir e voltar à rotina: um aqui e o outro lá.

Só que esse ano começou diferente e com uma promessa: íamos tentar nos ver no feriado, afinal, o ano brasileiro só começa depois do Carnaval, né?! Mas nem isso conseguimos esperar e, ainda em janeiro de 2012, ele me mandou uma mensagem com um pedido pra começar uma aventura. Será que daria certo e a gente ia aguentar morar tão longe um do outro? Muitos acreditavam que não e diziam, várias vezes, que nosso namoro à distância nunca daria certo. O jeito pra matar a saudade foi se falar todos os dias por telefone, por ligações de vídeo no Skype e nos vendo pessoalmente a cada dois ou três meses. Ele sempre ia me ver nas folgas dele, enquanto eu visitava ele nas minhas férias ou feriados

O tempo foi passando e a distância mudando… De Ourilândia - PA, 1.500 quilômetros de onde eu morava, ele foi transferido pra capital, Belém - PA, onde já era mais fácil de viajar pra Goiás. Depois se mudou pra Brasília, que é a cidade que nós moramos juntos hoje. Então a história não só deu, como está dando certo! Os próximos capítulos Deus continuará escrevendo e temos a certeza que uma das páginas mais importantes será desenhada em agosto desse ano. A gente vai se casar e todos serão testemunhas vivas de que "O AMOR TUDO CRÊ, TUDO ESPERA, TUDO SUPORTA..."

Sarah Rezende
Brasília, DF.

Agora que você viu que não deve dar ouvidos pra tu-do que os outros dizem, vem ver 5 frases que toda cacheada já ouviu e porque elas são MENTIRA. Você vai se surpreender com cada coisa que quem tem cachinhos já escutou por aí! 

Publicado em: Segunda-feira 18 de julho de 2016 - 15h00

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa
Ir para o topo