Guia pra uma iniciante começar a correr: com esse plano dá pra dar o pontapé inicial amanhã!

Iniciar uma nova atividade física é uma mudança radical na nossa saúde - e o que não falta por aí são opções divertidas pra você começar a se mexer dentro ou fora de uma academia. Entre essas, a corrida é a menina dos olhos de muita gente: além de ser ótima pro coração, essa atividade ainda ajuda a fortalecer os nossos músculos e a perder alguns quilinhos. Só benefícios, né? Bem, se você fizer da maneira certinha, sim! Dá só uma olhada nesse guia que a gente montou pra você começar a correr de uma forma segura e eficaz:

Antes de qualquer coisa, presta bastante atenção no que você vai tá calçando

Da mesma maneira que um cozinheiro não pode fazer prato nenhum com uma faca cega, você também não pode começar a correr se tiver usando o sapato errado. Sim, tênis próprios pra isso são uma coisa carinha, mas vale lembrar que o tênis de corrida é feito pra ajudar o seu corpo com todos os impactos da atividade - ou seja: evitar qualquer lesão que possa vir a acontecer. Usar aquele tênis amado pra bater perna por aí pode até deixar seu look de corredora bonitinho, mas também pode acabar te machucando! Melhor evitar.

Pensa naquele ditado: a pressa é inimiga da perfeição.

Mana, a gente sabe que rola uma empolgação inicial, mas não dá pra querer ser o Bolt de uma vez só. É por isso que, se você tá há muito tempo parada, é bom começar caminhando aos poucos (num passo bem rapidinho, claro). Tenta fazer isso algumas vezes na primeira semana, até você acostumar o seu corpo e se sentir confortável o suficiente pra dar os próximos passos.

Piques de velocidade vão ser os seus melhores amigos no começo

Agora que o seu corpo já se acostumou com esse ritmo levemente acelerado, tá na hora de começar a dar os primeiros passos na corrida em si. Uma boa maneira de fazer isso é através de piques de velocidade, tipo correr por 1 minuto e caminhar por 4, sabe? E uma maneira que muita gente encontra pra ajudar e incentivar esses piques é através da música. Sabe aquele refrão que dá mó energia? Use e abuse dele enquanto você tá correndo. Em algum momento, quando você menos esperar, já vai tá correndo a duração de uma música inteira!

Procure registrar as suas corridas pra se automotivar

Sim, fazer um aeróbico como a corrida é ótimo e ajuda a queimar várias calorias, mas convenhamos que tem hora que pode ficar meio chato. Um dos motivos pra isso é que a gente corre e não sabe o quanto tá, REALMENTE, progredindo. Mas dá pra dar um jeito nisso! Quando você começar a (gradativamente, hein, mulher?) aumentar o seu fôlego e tempo de corrida, uma boa ideia é passar a gravar esse desempenho em algum lugar - pode ser até numa folha de caderno. Assim, você vai sempre saber o quanto tá avançando e consegue se motivar cada vez mais a conseguir novos resultados.

Não force o seu corpo de jeito nenhum

Sentir um certo incômodo depois de treinar é normal e faz parte. O que não é nenhum pouco normal é sentir dores intensas, principalmente na região do joelho, pé e canela. Tem vários motivos que podem causar isso (o calçado, a maneira como você tá pisando, a postura…), mas o principal pra garantir uma boa recuperação é 1) não forçar a barra e 2) repousar por alguns dias. Escutar o seu corpo é fundamental se você tá começando a correr, viu?

Botar esse plano de ação aí em prática vai ser ma-ra pra sua saúde - pena que a gente não pode dizer o mesmo daquele cheirinho que fica na nossa roupa por causa do suor, né? Dá só uma olhada em como combater isso de uma vez por todas e ir correr sempre cheirosa!

Publicado por: Carolina Prado

Publicado em: Quinta-feira 20 de julho de 2017 - 15h00

Tags relacionadas: Fitness Dicas Feliz
O que achou da matéria?
Amei!
Não curti!

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo