Esses são os 3 principais inimigos do desodorante durante o calor

Você passa o ano todo num relacionamento ótimo com o seu desodorante, mas quando chega o verão as coisas começam a cheirar mal por aí? Pois é, mana: essa história triste não rola só contigo! Como a gente não pode passar os meses de calor todo numa boa, de biquini, na praia ou na piscina (porque a vida real é mais do que isso), é normal que o seu melhor amigo do cheirinho bom dê umas vaciladas de vez em quando na estação mais quente do ano. Mas calma: todo mundo tem os seus momentos e esses aí têm solução. A gente tá aqui pra te contar quais são os três principais inimigos do desodorante no dia a dia pra você aprender a combater os bonitos de uma vez por todas e nunca mais ter que passar pela treta do desodô vencido. Dá uma olhada!

1# O suor em excesso

Não adianta negar: se você não fica 24 horas por dia num ambiente com ar condicionado, o suor faz parte da sua vida no verão (com mais frequência do que nas outras estações do ano). A prova é que a gente nem precisa fazer muito esforço pra começar a sentir o bonito escorrendo pelas costas, na dobrinha das pernas e, é claro, embaixo do braço: basta existir que ele vai estar lá. O problema é que com mais suor, a região das axilas fica mais úmida e isso ajuda na proliferação de bactérias na pele. E já que elas são EXATAMENTE a causa do famigerado cheiro de desodorante vencido, tá aí a explicação da treta, né não? O que você pode fazer pra diminuir esse efeito é usar um sabonete antisséptico na hora do banho. Ele é feito exatamente pra eliminar as bactérias e vai ser uma mão na roda pra você no verão!

2# As temperaturas altas

Sabe aquela história de que o verão no Brasil não é pra iniciantes? Então, ela é real e não vale apenas pra pessoas: se o seu desodô não estiver preparado, ele vai RODAR com as sensações térmicas que deixam qualquer um maluco entre dezembro e março por aqui. Por isso, você precisa de um produto que ofereça, além de um longo tempo de eficácia - tipo umas 48 horas -, uma proteção térmica maior do que os outros. Desse jeito, com certeza ele vai aguentar o tranco e você vai continuar protegida no verão!

3# Os tecidos não respiráveis das blusinhas

A gente sabe que usar roupa quente no verão é quase um atentado à própria vida, mas mesmo com a que parecem mais frescas você precisa ficar atenta: o tecido pode colocar tudo a perder! Durante os dias mais quentes, o ideal é que você aposte nas blusinhas e vestido feitos de fibras naturais, como o algodão e a seda. Esses tecidos são respiráveis e não impedem que as axilas fiquem arejadas. Além disso, eles acabam absorvendo menos calor do que os sintéticos e isso vai te deixar mais confortável. Consequentemente, você vai suar menos e a probabilidade do desodô ficar vencido é muito mais baixa! 

Publicada por: Ariel Cristina Borges 

Publicado em: Terça-feira 30 de janeiro de 2018 - 17h20

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo