Depois de 26 anos sem estudar, meu pai cursa direito na mesma sala que eu

"Meu pai sempre teve vontade de fazer faculdade, mas por ser militar, além de não ter tempo, vivia sendo transferido pra diversas cidades. Sem saber se passaria quatro, cinco ou somente um ano num lugar, não tinha como se firmar em uma universidade. Ele chegou a iniciar o curso de matemática quando era mais novo, mas foi transferido e teve que abandonar. Por amar ser militar e as leis, ele gostava do curso de direito mesmo sem ter feito ainda. Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo. Por ele ter sido da segurança pública, eu já tinha uma veia pra esse lado e quando prestei vestibular, não sabia qual seria uma segunda opção de curso pra mim: amo o direito desde que me entendo por gente.

  • Se a gente fica com orgulho quando vê essa foto, imagina a Jéssica

    Se a gente fica com orgulho quando vê essa foto, imagina a Jéssica

  • A Jéssica contou pra gente que o pai se dá super bem com todo mundo da turma

    A Jéssica contou pra gente que o pai se dá super bem com todo mundo da turma

  • O Sr. Monteiro é tão dedicado que já tá melhor do que vários alunos da turma dele

    O Sr. Monteiro é tão dedicado que já tá melhor do que vários alunos da turma dele

  • Encarar a faculdade aos 60 tá longe de ser uma tarefa fácil, mas ele é super persistente e tem a ajuda da filhota sempre

    Encarar a faculdade aos 60 tá longe de ser uma tarefa fácil, mas ele é super persistente e tem a ajuda da filhota sempre

  • Segura a dupla de futuros advogados mais lindos de Ananindeua, produção!

    Segura a dupla de futuros advogados mais lindos de Ananindeua, produção!

  • Se a gente fica com orgulho quando vê essa foto, imagina a Jéssica
  • A Jéssica contou pra gente que o pai se dá super bem com todo mundo da turma
  • O Sr. Monteiro é tão dedicado que já tá melhor do que vários alunos da turma dele
  • Encarar a faculdade aos 60 tá longe de ser uma tarefa fácil, mas ele é super persistente e tem a ajuda da filhota sempre
  • Segura a dupla de futuros advogados mais lindos de Ananindeua, produção!

Na época em que entrei na faculdade, ele veio comigo vendo tudo como um passatempo. Depois da aposentadoria, ele ficou muito ocioso. Ficar sozinho em casa sem fazer nada quando todos saiam pra trabalhar acabou fazendo deixando meu pai muito estressado e, pra se distrair, ele pegava minhas apostilas do cursinho e ia lendo. Outro motivo pra ele estudar na minha turma foi o perigo do trajeto de volta pra casa. No primeiro semestre, ele estudou de tarde e eu de noite. Ele ficava preocupado com o meu retorno e passou pro turno noturno junto comigo pra me acompanhar na volta. Além disso, dessa forma a gente pode se ajudar com trabalhos e nessa parceria, já estamos no quinto período.

Dividir a sala de aula com o meu pai é muito bom. Ele é o meu orgulho! Depois de 26 anos sem estudar, o começo do curso foi um impacto muito grande pra ele, mas hoje em dia já está melhor do que muita gente na turma. Às vezes ele desanima, mas nós e todos os professores sempre damos muito apoio pra que ele continue correndo atrás do sonho. No alto dos 60 anos, ele passa o dia inteiro estudando, fica emocionado com as notas dele e com as minhas. Nós dois nos ajudamos em tudo o que podemos. E não sou só eu: todo mundo na nossa sala gosta dele. Graças a Deus, ele não tem inimizade com ninguém.

Pra quem tem vontade de estudar, mas se acha muito velho pra isso, eu só posso dizer que não existe idade pra realizar um sonho. Nunca deixe que as pessoas digam o que você deve ou não fazer pela idade que tem, pelo jeito que você é ou qualquer outro motivo. Viva intensamente: não importa se você tem 20, 30 ou 60 anos, isso é só um número. Pro meu pai, quero relembrar que todos temos muito orgulho de ver o quanto ele é persistente e focado no que quer. O amo muito e espero que ele não desista: estamos aqui pra ajudar no que for necessário”.

Jéssica Monteiro, 19 anos (e Sr. Monteiro, 60 anos)
Ananindeua, Belém - PA

Sabe o que também faz a gente morrer de orgulho? Olhar o progresso da galera que toma coragem de encarar a transição capilar e não desiste! Dá uma olhada nesses antes e depois aqui pra descobrir como é a sensação!

Publicado por: Ariel Cristina Borges 

Publicado em: Sexta-feira 23 de fevereiro de 2018 - 17h43

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo