Como 5 mulheres conheceram o amor da vida delas: é só ficar de olho aberto!

Quem foi que disse que aquelas histórias de amor linnndas só existem em filmes, hein? Dar uma passadinha no cinema de vez em quando pra dar uma suspirada é mara, mas, no fim das contas, o que dá aquele quentinho no coração messsmo é a realidade. E no nosso dia a dia também dá pra conhecer um grande amor daquele jeito que parece que foi escrito e dirigido por alguém. Duvida? Dá só uma olhada nas histórias dessas moças e depois conta pra gente se não dá!    

Laís Zioli (@laiszioli) - “Namoramos à distância por 5 anos antes do casamento”

Diz só se eles dois não merecem um prêmio pela persistência e força de vontade?

Sabe aquele crush que você fuça no Facebook de vez em quando, mas nunca adicionou? Então, a Laís teve essa coragem lááá na época do falecido orkut e adivinha? Deu certo! Em 2009 eles viraram amigos virtuais porque moravam em cidades diferentes (ele em São Paulo e ela em Curitiba) e depois de muita conversa pelo MSN se encontraram no Aeroporto de Guarulhos pela primeira vez porque a Laís viajou e passou por lá. “Me apaixonei à primeira vista, mas só tinha um detalhe: ele era três anos mais novo do que eu”, contou a Laís, que na época tinha 19 anos. Quando ela já tava pronta pra jogar tudo pro alto e deixar pra lá… ele foi pra Curitiba. O namoro começou e os pombinhos nunca mais se separaram. Se casaram com 5 anos de relacionamento à distância e, um ano depois de juntarem as escovas de dentes, foram pros Estados Unidos estudar (tão lá até hoje!). Tem como não acreditar no “felizes para sempre” assim? <3  

Priscila Antunes (@prii_marcelo) - “Achava meu marido bem metido antes de precisar da ajuda dele”

Pensa naquelas histórias super improváveis dos romances de livros. Agora vê se essa aqui não é igualzinha!

A história da Priscila e do Marcelo começou na maior calma, #sóquenão. Imaginem a cena: ela estava em casa numa sexta à noite, pronta pra dar aqueeela descansada boa depois de ralar a semana toda e a cânula de traqueostomia (um aparelhinho que ajuda a respirar) do pai dela caiu. Eles precisavam ir correndo pro hospital, mas não tinham carro. Depois de ligar pra vários amigos e não conseguir nada, ela resolveu pedir ajuda pro vizinho que estava em casa. Quem acabou dirigindo o carro foi o irmão dele (que ela achava beeem metido, por sinal), que ainda deu uma mãozinha a mais: levou o pai da Priscila pro hospital onde ele trabalhava e disse que era tio dele pra garantir o atendimento rápido. Depois que passou o susto e deu tudo certo, eles acabaram ficando amigos. Uns 10 dias depois e, depois de muita insistência dele, rolou o primeiro beijo e eles começaram a namorar. Já passaram cinco anos e hoje, além de casados, eles ainda têm uma filhinha fofa. Ou seja: vamos parar de julgar as pessoas pela aparência, né, miga? MAGINA se ela nunca tivesse pedido ajuda pro vizinho?

Paola Cruz (@paolamackenzie) - “Meu coração parecia que ia sair pela boca na primeira vez que nos vimos”

Dá só uma olhada na história da Paola pra ver como vale à pena fazer amizade com o crush :)

A história da Paola é a prova de que aquele carinha que passa por você e te faz falar um “uaaaau” pode sim virar algo que dura bastante. A primeira vez que ela viu o boy foi lá em 1998, quando ele passou de bike pela praça em que ela tava com uma amiga. A flechinha do cupido acertou tão forte que a menina não comeu nem dormiu naquele dia, só pensando nas táticas que usaria pra ser notada. Eles fizeram amizade, se aproximaram e começaram a namorar dois anos depois daquele dia na praça - demorou, mas foi!!! Se casaram quatro anos depois e hoje eles formaram uma família linda com três filhos. “Agora nossa família está mais que completa, nossas diferenças nos unem e nos tornam inseparáveis”, disse a Paola que, mesmo depois de tanto tempo, continua suuuper apaixonada. Fofos <3

Leonice Freitas (@leonice_freitaas ) - “Todo domingo ele enfrentava três horas de estrada pra me ver”

Um belo dia, Leonice ligou pra um número errado e PÁ: encontrou o grande amor!

A gente NUNCA ia imaginar que dava pra conhecer e se apaixonar por alguém por causa de um telefonema errado, mas, depois de ouvir a história da Leonice, nossa ideia mudou totalmente! Há mais ou menos uns três anos ela pegou o telefone pra ligar pro médico da mãe, mas acabou errando o último número e um outro homem atendeu. Ele foi mega simpático e uns dias depois, cheeeeia de curiosidade, a Leonice retornou a ligação e o cara reconheceu a voz dela na hora! Eles dois acabaram virando amigos e conversavam sempre, mas a partir dessa amizade acabaram se apaixonando. “Terminei o meu relacionamento anterior e nós decidimos que íamos começar a namorar. Como ele nunca tinha ido na minha casa, precisou usar o GPS e se perdeu algumas vezes, mas acabou encontrando o lugar”, ela contou. A família dela, que é mega conservadora, quase surtou porque eles mal se conheciam, mas quando é pra ser não tem como fugir, né? Com um ano de namoro, eles noivaram e hoje estão casadíssimos!

Carol Rodrigues (@c_carodrigues) - “Quando ele chegou perto de mim fiquei tão nervosa que não consegui falar nada”

A Carol e o Bruno tiveram uma "cupida" bem especial... A gente garante que ela nunca vai ter problemas com a sogra!

Sabe aquela crise que todo mundo tem na hora de conhecer a sogra? Tem gente que tem a sorte de não precisar passar por isso, tipo a Carol. No primeiro emprego dela, lá em 2011, quem ensinou tudo o que ela precisava saber foi a Gislaine. Ela e a Carol logo ficaram bem próximas e, durante o expediente, a Gis (como a Carol chama) sempre falava do filho "ela praticamente me tacou pra cima do bebê dela! Hahaha". Depois de toda a propaganda, um belo dia a Gis apresentou o filho mais novo, Bruno, pra Carol e ela apenas congelou e não conseguiu falar NADA de tanto que gostou do que viu #quemnunca. “Foi engraçado porque eu nem ia com a cara dele, achava um babacão, mas no fim o coração bateu mais forte ❤ Trocamos MSN e conversávamos todos os dias”. Depois do pedido de namoro rolar pela internet mesmo, eles estão juntinhos até hoje. “Não fomos perfeitos e ainda não somos, mas a gente se entende do nosso jeito”: nem dá pra notar que a Carol é mega apaixonada, né? <3

Deu pra perceber que você pode conhecer o amor da sua vida a QUALQUER momento, né? Pra ter certeza que você vai estar linda quando isso acontecer, vem cá ver como dar um jeito no cabelo naquele dia em que ele acorda mal-humorado!

Publicado em: Quarta-feira 31 de agosto de 2016 - 14h10

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo