Bigudins: o que são, onde comprar e como usar o espiral, o flexível e o circular pra cachear os fios

Bigudim pode parecer um nome estranho, mas, quando a gente tá passando pela transição capilar, as descobertas em relação ao cabelo novo que tá crescendo na sua cabeça acontecem todo santo dia. E entre todas as texturizações que existem pra resolver a treta da raiz cacheada com pontas lisas, a que é feita com os bigudinhos é uma das mais famosas. Se você tá começando agora e nunca ouviu falar disso, cola aqui porque no final dessa matéria você vai ser uma expert no assunto!

O que são os bigudins?

Pode não parecer, mas os bigudins são super simples de lidar. Existem três tipos diferentes e a principal função deles é cachear o seu cabelo, mas disso você já sabe: vamo focar nas diferenças entre os modelos. O bigudim espiral é de plástico e tem um formato que parece com o de um macarrão parafuso (e é justamente isso que modela o cacho). O flexível é uma haste de espuma que tem um arame por dentro e o circular é de um material plástico dobrável com duas pontas que se encaixam e ficam presas no seu cabelo em forma de círculo. Os três modelos são bem fáceis de achar em lojas que vendem produtos específicos pra cabelo, mas se você não tiver nenhuma dessas por perto, também podem comprar pela internet.

  • Pra dar uma variada no efeito final, você pode trançar parte da sua mecha de cabelo antes de enrolar os bigudins

    Pra dar uma variada no efeito final, você pode trançar parte da sua mecha de cabelo antes de enrolar os bigudins

  • Os bigudins flexíveis (ou flexi rods) são esses que você só precisa dar uma dobradinha na ponta pra prender

    Os bigudins flexíveis (ou flexi rods) são esses que você só precisa dar uma dobradinha na ponta pra prender

  • Os bigudins espirais são esses que você prende com a ajuda de um elástico

    Os bigudins espirais são esses que você prende com a ajuda de um elástico

  • Durante a transição, os bigudins circulares são perfeitos pra disfarçar as duas texturas diferentes de cabelos

    Durante a transição, os bigudins circulares são perfeitos pra disfarçar as duas texturas diferentes de cabelos

  • Os bigudins circulares são esses aqui, que ficam no formato de círculo quando estão presos no cabelo. O resultado dele também é beeeem cacheadão

    Os bigudins circulares são esses aqui, que ficam no formato de círculo quando estão presos no cabelo. O resultado dele também é beeeem cacheadão

  • Pra dar uma variada no efeito final, você pode trançar parte da sua mecha de cabelo antes de enrolar os bigudins
  • Os bigudins flexíveis (ou flexi rods) são esses que você só precisa dar uma dobradinha na ponta pra prender
  • Os bigudins espirais são esses que você prende com a ajuda de um elástico
  • Durante a transição, os bigudins circulares são perfeitos pra disfarçar as duas texturas diferentes de cabelos
  • Os bigudins circulares são esses aqui, que ficam no formato de círculo quando estão presos no cabelo. O resultado dele também é beeeem cacheadão

Como usar cada um dos modelos de bigudins

Assim como qualquer outra coisa na vida, aprender a colocar os bigudins do jeito certo no cabelo pode ser complicadinho no início, mas é tudo uma questão de prática. Pra começar, você precisa estar com o cabelo limpo e úmido. Se ele ficar muito molhado, é capaz do plástico escorregar e ainda vai demorar uma eternidade pra secar enquanto estiver preso. Se você preferir, pode usar, além do creme para pentear, um gelzinho nas mechas pro resultado durar mais tempo. Ah, tem mais um detalhe: quanto mais grosso for o bigudim ou a mecha que você enrolar nele, mais aberto vai ficar o seu cacho no resultado final, ok?

Bigudim espiral: O bigudim espiral é o mais tradicional de todos (provavelmente a sua mãe ou tia já usaram esse bonito). Você vai posicionar a ponta da mecha de cabelo média no meio do bigudim na horizontal e ir enrolando de baixo pra cima, até chegar na raiz. Pra prender, é só usar o elástico que já vem no bigudim e envolver o acessório junto do seu cabelo. Se o seu modelo não vier com um elástico, você pode usar um comum mesmo que não vai fazer diferença.

Bigudim flexível: O bigudim flexível é aquele que faz mais sucesso entre as cacheadas lá do exterior, mas também dá pra encontrar deles por aqui. Como eles vêm em várias espessuras, você pode comprar o que vai se encaixar melhor com o comprimento do seu cabelo. Colocar não é um bicho de sete cabeças: posicione o bigudim na horizontal e comece a enrolar a mecha de cabelo a partir da ponta dele, até chegar na raiz. Pra prender, você só vai precisar dar uma dobradinha no pedaço do bigudim que sobrar que ele vai prender bem a sua mecha.

Bigudim circular: O bigudim circular é um que faz o maior sucesso entre as transitetes e dá pra você encontrar fácil por aí. Pra usar, você vai posicionar o bigudim na horizontal e começar a enrolar o cabelo a partir do meio do acessório até chegar na raiz. Quando não der mais pra você enrolar a mecha, é só unir as duas pontas do bigudim formando um círculo: elas se encaixam e ficam bem presas com a maior facilidade.

E pra tirar…

Como o seu cabelo vai precisar secar completamente enquanto estiver enrolado (se você soltar com ele ainda molhado, a probabilidade de não dar certo é bem grande), você tem três opções: ou enrola as madeixas com os bigudins de manhã pra tirar no fim da tarde/noite, faz antes de dormir pra tirar no dia seguinte ou usa um secador em potência baixa pra não desmanchar os enroladinhos e ajudar a secar. Na hora de desenrolar, você precisa fazer movimentos delicados pra não deixar o cachinho sem forma. Depois de tirar tudo, passa um pouco de óleo finalizador nas mãos, vai soltando os cachinhos devagar pra dar formato e tcharãn: tá pronta pro lacre!  

Publicado em: Terça-feira 06 de junho de 2017 - 15h13

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa
Ir para o topo