A cliente entrou chorando no salão e, quando acabei o corte, todo mundo chorou

A transição capilar deu a largada pra um movimento que se tornou muito mais do que apenas estético. Só quem já passou por toda essa transformação sabe o quanto o processo de aceitar o cabelo natural e aprender a lidar com os cachinhos pode servir pra restaurar a autoestima e o psicológico da mulherada. Nesse processo, ter o apoio das pessoas ao redor e poder confiar num profissional pra ajudar nos procedimentos que devem ser feitos é essencial. Uma prova disso é o que aconteceu com uma cliente da Clenia, no Salão Espaço Cacheado, em Macaé (Rio de Janeiro): ela saiu chorando de felicidade de lá depois de cortar o cabelo pra recuperar os danos de um processo químico. Vem ver mais detalhes sobre essa história! 

  • O que deixou o cabelo dela assim foi uma progressiva mal feita =O

    O que deixou o cabelo dela assim foi uma progressiva mal feita =O

  • Mesmo assim, ela resistiu muito pra cortar o cabelo

    Mesmo assim, ela resistiu muito pra cortar o cabelo

  • Depois de confiar e liberar o corte, o resultado final foi in-crí-vel!

    Depois de confiar e liberar o corte, o resultado final foi in-crí-vel!

  • O que deixou o cabelo dela assim foi uma progressiva mal feita =O
  • Mesmo assim, ela resistiu muito pra cortar o cabelo
  • Depois de confiar e liberar o corte, o resultado final foi in-crí-vel!

"O que aconteceu naquele dia foi algo muito marcante pro salão. Uma cliente chegou aqui muito entristecida e chorosa depois de uma progressiva que detonou o cabelo dela. O resultado foi tão ruim que ela passou as festas de fim de ano sem nem sair de casa. Quando ela mostrou como era o cabelo antes, emocionou a gente. Com a autoestima muito lá embaixo, ela estava quase entrando num quadro depressivo e não queria, de jeito nenhum, pensar em cortar o cabelo.

A resistência pra mudança era tão grande que ela não queria tirar nem as partes do cabelo que já estavam praticamente mortas. Aí a gente conversou com muito carinho e amor e explicamos que, pra ela ficar bem com ela mesma novamente, seria preciso cortar. Depois de um tempo de conversa e chorando muito, ela chegou a falar pra mim: 'vou confiar em vocês' e deixou a gente cortar.

Quando o cabelo ficou pronto, depois do corte e de tirar todas as partes danificadas, todos choraram. O cabelo dela ficou lindo! Ela chegou a dizer que pensava que nunca mais poderia se olhar no espelho e se sentir bem novamente. A gente também ficou muito satisfeita com essa felicidade. O resultado, por mais que pareça pouco pra alguns, pra ela, foi muito. Uma pessoa que já estava quase entrando em depressão - porque a gente sabe que a mulher com autoestima baixa sente uma tristeza muito profunda que pode se transformar em algo maior - saiu daqui muito contente e isso foi incrível! Pra outras mulheres na mesma situação dessa moça, eu diria pra não ter medo da mudança. Se sentir bonita é algo maravilhoso e, às vezes, mudar é necessário pra que essa felicidade chegue. O medo e a falta de coragem pra encarar isso só te atrapalham a obter uma autoestima saudável em alguns casos.

Nós temos clientes muito frustradas com resultados anteriores e com essa confiança muito abalada. Por isso, antes de qualquer coisa, a gente busca saber da cliente exatamente quais são as insatisfações, mostrar o tipo do nosso trabalho pra passar segurança pra aquela mulher mais uma vez. De uma hidratação a um corte, não importa o trabalho, a gente vai falar, vai conversar, vai explicar e perguntar o histórico de vida do cabelo delas pra trabalhar no que elas necessitam. Assim, os resultados sempre são bons".

Clenia Paula, 39 anos
Macaé - RJ

A gente sabe que se jogar no curtinho não é a tarefa mais simples do mundo pra boa parte das mulheres, mas ó: dá uma olhada aqui pra você mudar de ideia e perceber que o curtinho também tem seu valor

Publicado por: Ariel Cristina Borges  

Publicado em: Quarta-feira 07 de fevereiro de 2018 - 17h49

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa

#GarnierBrasil

GarnierBrasil
Ir para o topo