"Realizei um sonho de infância me casando com tranças azuis!"

"Desde pequenininha, eu sempre fui a diferentona do grupinho, mas eu amo ser assim! Enquanto todas as meninas brincavam penteando as bonecas, os cabelos das minhas tinham as cores mais loucas que você pode imaginar. Também foi na época de criança que eu assistia vários filmes de contos de fadas e comecei a pensar em como queria que fosse o meu casamento. Eu sou super romântica, mas ao invés de imaginar o vestidão branco, véu e grinalda, eu decidi na infância que queria me casar com uma trança de lado, bem grande e AZUL!

  • Olha o tamanho desses sorrisos de felicidade, gente! NÃO ESTAMOS SABENDO LIDAR!

    Olha o tamanho desses sorrisos de felicidade, gente! NÃO ESTAMOS SABENDO LIDAR!

  • Guennnnta coração! Imagina a emoção desse momento, hein?

    Guennnnta coração! Imagina a emoção desse momento, hein?

  • Aqui dá pra ver primeiro a trança de lã que a Tamires colocou e, depois, as de canecalon gigantes que ela usou antes de cortar pro casório!

    Aqui dá pra ver primeiro a trança de lã que a Tamires colocou e, depois, as de canecalon gigantes que ela usou antes de cortar pro casório!

  • Antes das box braids, a Tamires já tinha usado o cabelo de várias cores, tipo o rosa!

    Antes das box braids, a Tamires já tinha usado o cabelo de várias cores, tipo o rosa!

  • Ela também já foi ruiva lacradora!

    Ela também já foi ruiva lacradora!

  • E olha o azul, cor preferida da Tamires, aí também, gente!

    E olha o azul, cor preferida da Tamires, aí também, gente!

  • Olha o tamanho desses sorrisos de felicidade, gente! NÃO ESTAMOS SABENDO LIDAR!
  • Guennnnta coração! Imagina a emoção desse momento, hein?
  • Aqui dá pra ver primeiro a trança de lã que a Tamires colocou e, depois, as de canecalon gigantes que ela usou antes de cortar pro casório!
  • Antes das box braids, a Tamires já tinha usado o cabelo de várias cores, tipo o rosa!
  • Ela também já foi ruiva lacradora!
  • E olha o azul, cor preferida da Tamires, aí também, gente!

Depois que eu cresci, passei do cabelo das minhas bonecas pra mim mesma. Já pintei de várias cores, tipo vermelho sangue, rosa choque, roxo e até azul. Mas eu queria o cabelo grandão pro casamento e, como sou crespa, ele demora muuuito a crescer. Ao mesmo tempo eu não queria alisar porque o black faz parte de quem eu sou. Foi aí que comecei a procurar possibilidades e acabei encontrando vídeos de meninas que fizeram box braids, as tão famosas tranças, então pensei: ‘É ISSO!’. Era uma forma de conseguir o cabelão azul que eu queria sem danificar o meu natural e ainda honrar as minhas origens negras!

Comecei a procurar uma pessoa pra fazer e encontrei a P Drita, que é maravilhosa! Primeiro coloquei as tranças de lã pra ver como ficava e me apaixonei pelo resultado. Pro casamento, resolvi usar as de canecalon. Ela passou 12 horas trançando o meu cabelo porque de início eu queria colocar tranças beemmm longas, acabou ficando até o joelho! Mas como elas ficaram muito pesadas, eu acabei cortando um pouco antes do casamento. No dia, eu mesma fiz questão de fazer o meu penteado porque, em qualquer lugar, iam me cobrar um absurdo e a gente casou sem muita grana: treinei algumas vezes antes e aprendi a fazer a trança lateral dos meus sonhos!

Teve muita gente criticando, dizendo que eu fiz a maior maluquice da minha vida ao me casar com essas tranças. Eu fiquei um pouquinho insegura no início porque achei que ficaria uma coisa muito bruta, mas, no fim das contas, ficou lindo! Elas pesaram um pouco na hora de tirar as fotos, mas não foi nada demais perto da alegria que me invadiu! Realizei um sonho de infância e o meu marido, que era quem eu realmente queria agradar, amou o resultado! Ainda fui ousada e fiz uma surpresa pra ele no dia. Um pouco antes de entrar na cerimônia, ainda com as portas fechadas, cantei uma música que eu escrevi pra ele. Tive fenda na garganta e há muito tempo não cantava assim em público. Quando as portas se abriram e ele me viu cantando, foi um momento incrível! Eu, com o cabelo do jeito que sempre sonhei, o buquê que eu mesma fiz, e o amor da minha vida chorando comigo. E eu juro, valeu a pena cada segundo!" 

Tamires Braga Rios, 23 anos
Vila Velha - ES

Quer casar com cara de princesa que nem a Tamires? Dá uma olhada nessas fotos de noivas que fizeram tranças no dia do casamento pra se inspirar! 

Publicado em: Terça-feira 11 de Outubro de 2016 - 14h31

Destaques da Semana

Escolha o seu humor do dia e veja as dicas para ficar sempre pronta!

  • Me Achando
  • De Boas
  • Precisando de uma força
  • Tensa
Ir para o topo